Paróquia do Montijo

Description level
Fonds Fonds
Reference code
PT/ADSTB/PRQ/PMTJ02
Title type
Atribuído
Date range
1569-03-15 Date is certain to 1911-03-31 Date is certain
Dimension and support
302 liv.; papel
Biography or history
Paróquia do Espírito Santo, Montijo, diocese de Lisboa, actualmente de Setúbal. Montijo designou-se, até 1930, Aldeia Galega do Ribatejo (Dec. n.º 18 434, de 6-6-1930). Em 1186, sendo apenas coutos e herdades, foi doada por Dom Sancho I aos cavaleiros da Ordem de São Tiago de Espada. A primeira referência à povoação aparece no reinado de Dom Afonso V. Foi nesta vila que o Duque de Bragança, já aclamado rei com o nome de Dom João IV, fez o seu primeiro conselho régio. É composta dos seguinte lugares: Afonseiros, Alto das Vinhas Grandes, Atalaia, Barreiras dos Moinhos, Barro, Batedouro, Bela Vista, Brejo do Lobo, Caneira, Cheiras, Conceição dos Matos, Corte de Esteval, Corte do Mouro, Falporrim, Figueira da Vergonha, Fornos da Cal, Jardia, Lagoa da Pedra, Lançada, Montijo, Nascentes, Pinhal do José Eloi, Pinhal Redondo, Poço Velho, Povoa, Quebra, Quinta Velha, Rodeló, Rota, Seixal, Seixalinho, Texugueira, Vara Longa.
Custodial history
Esteve na posse da igreja paroquial até à criação do Registo Civil (D.G nº 41 de 20/02/1911), data em que são obrigadas a entregar os livros de registo paroquial nas repartições do Registo Civil. Segundo o decreto nº 19952 de 27/06/1931 toda a documentação das conservatórias passa para a custódia do Arquivo Nacional da Torre do Tombo até à criação do Arquivo Distrital de Setúbal, por decreto nº 46350 de 22 de Maio de 1965. A documentação referente a esta paróquia esteve na posse dos Arquivos Nacionais / Torre do Tombo até dar entrada neste Arquivo Distrital em 7/7/1969.
Acquisition information
Incorporações provenientes da Conservatória do Registo Civil do Montijo em 1975, 1984 e 1994
Scope and content
Este fundo é composto por livros de registo de baptismos, casamentos, óbitos e indíces de baptismos, casamentos e óbitos, registos de reconhecimentos e legitimções. O número total de livros inclui duplicados e originais.
Accruals
Incorporações periódicas, em cumprimento do estabelecido no art.º 38 do Código do Registo Civil, que determina que de cinco em cinco anos sejam incorporados os livros com mais de cem anos, contados a partir da data do último assento.
Arrangement
Organização funcional. Ordenação cronológica dentro das séries.
Language of the material
Português
Other finding aid
PORTUGAL. Arquivo Distrital de Setúbal-DigitArq [Em linha].Setúbal: ADSTB, 2009- .[Consult. 12 jan. 2012]. Atualização diária. Disponível em WWW:URL:http://adstb.dgarq.gov.pt
Alternative form available
Documentação disponível, na totalidade, em formato digital [Em linha]. Disponível em WWW:URL:http://digitarq.adstb.dgarq.gov.pt